20210421

O Mar Começa Aqui

 

A atividade foi desenvolvida no âmbito da disciplina de Educação Visual pelos alunos do 9º ano.

Coordenou a atividade em sala de aula a docente Maria Gabriela Martins da Escola Secundária Vitorino Nemésio, Praia da Vitória. 

Após o levantamento das sarjetas existentes na escola, foi realizada uma representação à escala1:2 sobre papel cavalinho A2.

A escola tem aproximadamente 50 sarjetas com as dimensões de 25x50 cm; 40x23 cm e ainda, 26x56,3 cm.



A imagem selecionada foi criada, desenhada e pintada a técnica mista de aguarela e guache pelas alunas Filipa Brasil e Maria Costa do 9ºC ambas com 14 anos.



A imagem representa a importância da água na vida de cada pessoa. O lado positivo e negativo de manter o espaço da sarjeta limpo de resíduos.

Estão representadas 2 sarjetas a que está limpa e verdejante em redor no espaço da sarjeta existente, pois é assim que queremos que elas se apresentem. E uma sarjeta mais suja, degradada e descuidada que deverá ficar no espaço onde as pessoas passam e pisam. Esta é a versão da sarjeta que não queremos manter e por esse motivo a sarjeta não existe fisicamente. 


 



Embaixador Depositrão



20210324

Aves em Tecido

Em resultado da participação da escola na atividade "Roupas usadas não estão acabadas" do programa EcoEscola, que tem este ano como tema "Aves em Tecido", 2 grupos de 4 alunos do 7º ano elaboraram cada um o seu painel em tecido.

Um dos grupos  escolheu a ave marinha Cagarro para ser representada, enquanto,  que o outro grupo escolheu a ave Vinagreira.

Para a elaboração dos painéis os alunos utilizaram tecidos, que fizeram parte de peças de vestuário já não usadas. Contaram com a colaboração dos docentes de ET para a construção da estrutura em madeira para suporte do painel.




Brigada da Floresta- Ornamentar com Girassóis

Abraçando a atividade "Brigada da Floresta" do programa EcoEscola um grupo de 3 alunos do 7ºD, planificou e executou um projeto que tinha como um dos objetivos a ornamentação dos canteiros da escadaria exterior da escola.

Os alunos pesquisaram sobre espécies adaptáveis ao nosso clima e que resultassem num efeito agradável à vista e escolheram os girassóis.

O grupo procedeu à sementeira utilizado para vasos embalagens de iogurte e de garrafas de água pequenas.

O plantio foi sendo cuidado pelo grupo e cresceu à janela da sala de aula.

A plantação de girassóis decorreu no dia 23 de março, tendo-se tido o cuidado de usar garrafões de água como estruturas protetoras das plantas que ainda estão em fase de crescimento.

Ao contrário do inicialmente previsto os girassóis foram plantados no espaço verde da fachada da escola que contém o seu nome (isto porque o acesso aos canteiros está interdito por motivos de obras).




20210311

Onde Está o Eco Lápis???

 


A participação no desafio ECO Lápis, por parte da ES Vitorino Nemésio, foi levada a cabo por um grupo de 4 alunos do 7º ano que no âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, que ao desenvolverem o seu projeto do Domínio do Desenvolvimento Sustentável, optaram por lançar-se neste desafio.

Inicialmente os alunos, tendo por base a informação fornecida na brochura e  cartaz disponibilizados na plataforma EcoEscola, pesquisaram e ficaram a conhecer o processo de fabrico de um lápis pela Faber-Castell. Depois dividiram tarefas, no sentido de agilizar o trabalho a apresentar à turma, nomeadamente, uma apresentação em power point em que mostraram todo o processo e tempo que leva o fabrico do lápis, assim como o fato da empresa Faber-Castell procurar soluções que foram de sucesso para uma produção sustentável dos seus produtos e claro a Ilustração onde colocaram o Eco-Lápis.

De modo a enriquecer a ilustração, foram feitos vários esboços e escolhido o Jardim Silvestre Ribeiro (sito na cidade da Praia da Vitória, morada de orgulho da nossa Escola) para servir de tema à ilustração.

O jardim da cidade é relativamente pequeno quando comparado com outras zonas verdes da mesma, no entanto é o mais antigo, pois lá foi erguida uma estátua em homenagem a José Silvestre Ribeiro (Idanha-a-Nova, 31 de Dezembro de 1807 — Lisboa, 9 de Março de 1891) que fazendo parte das forças liberais veio para a ilha Terceira combater os absolutistas. Terminada a guerra civil, aquele aceitou em 1839 o cargo de administrador-geral do Distrito de Angra do Heroísmo.

Silvestre Ribeiro, durante o exercício das suas funções vivenciou um grande terramoto na ilha, a 15 de junho de 1841, que levou a grande destruição das moradias e outros edifícios da então Vila da Praia da Vitória assim como das freguesias daquele concelho sitas na zona do Ramo Grande. Silvestre Ribeiro decidiu alojar-se mais perto dos sinistrados e agilizou o processo de apoio à reconstrução das habitações, através dos contactos com o Estado Português e com a Diáspora, de onde surgiu grande apoio financeiro para a reconstrução.

Na ilustração, tal como no Jardim, a Estátua de Silvestre Ribeiro surge ao centro ladeada por árvores alto porte que ainda hoje existem e que foram plantadas junto da estátua que foi erigida em 1879.

O Eco-lápis foi colocado na ilustração, escondidinho, a admirar a beleza daquele singelo jardim!

20210303

Recolhas em ação!!

Face ao desenvolvimento de vários projetos promovidos pelo programa EcoEscola, estão neste momento em curso campanhas de recolha de resíduos.

Duas campanhas relacionadas com o Projeto Geração Depositrão, tendo os alunos elaborado e afixado cartazes pela escola a incentivar a entrega na escola de REEE e de Lâmpadas. Também foram: distribuídos pelos docentes da escola o folheto enviado pela ERP relacionado com o projeto Geração Depositrão; depositaram-se alguns REEE resultantes da remodelação do sistema de iluminação da escola no Depositrão de metal daquela entidade; construído um Depositrão de cartão a ser colocado no bar de alunos e distribuídos por alguns serviços da escola caixotes para as recolhas de lâmpadas.







Outra campanha a decorrer decorre da inscrição da escola na Campanha Escola Eletrão, nomeadamente para a recolha de pilhas e baterias. Esta campanha está a ser promovida por uma turma do nono ano em formato de concurso interturmas do ensino básico, estando previsto atribuir a cada aluno da turma que recolher maior massa de pilhas/baterias um prémio simbólico que ainda dependerá dos patrocínios obtidos.



Em relação a este projeto os alunos: elaboraram o regulamento do concurso de recolha de pilhas, elaboraram uma carta a informar do concurso e apelar para a adesão ao mesmo dirigida aos diretores de turma do ensino básico; construíram cartazes a promover a recolha, solicitaram patrocínios em formato de ofício a todas as papelarias da ilha; recolheram pilhas que haviam sido entregues nas superfícies comerciais vizinhas da escola; afixaram os cartazes enviados pela Campanha Escola Eletrão; montaram e distribuíram os contentores de cartão enviados para acondicionamento das pilhas recolhidas.






Palestras na Semana da Escola

 

Em colaboração com a coordenadora de escola da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania as coordenadoras do programa Eco-Escola convidaram representantes da Empresa Municipal Praia Ambiente e da Câmara Municipal da Praia da Vitória a dinamizarem palestras que fossem de encontro aos Domínios Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, a serem realizadas na Semana da Escola (22 a 26 de fevereiro).

As palestras tiveram como temas: Ciclo Urbano da Água e Projeto LIFE. Os alunos participantes pertenciam ao 10º ano de escolaridade quer do ensino regular como dos cursos de ProFIJ Tipo IV, assim como os alunos do 2º ano do curso de ProFIJ Tipo II.

Conselho Eco Escola

 

Dando cumprimento ao 2º passo do Programa Eco Escola realizou-se através de videoconferência o primeiro Conselho Eco-Escola da ES Vitorino Nemésio, no passado dia 25 de fevereiro.

Na reunião do conselho estiveram presentes as duas coordenadoras do programa na escola este ano letivo, o presidente da Associação de Estudantes, um representante da Associação de Pais e Encarregados de Educação, uma representante dos funcionários, uma representante do Município que exerce funções no Setor do Ambiente e Zonas Húmidas e os três membros da Comissão Executiva Provisória.

Foram apresentados os resultados da Auditoria Ambiental, realizada pela turma 9ºC com colaboração dos docentes de Ciências Naturais e Físico-Química, assim como, a proposta do plano de ação que foi aprovado.

No conselho foram partilhadas experiências e reforçados laços de cooperação!



20210225

RECICLAR

Aos alunos das turmas A e B do 7º ano foi proposto um pequeno desafio de reciclagem. 

No contexto das aulas de física e química foram abordados temas relacionados com os recursos naturais e a politica dos 3R`s. Depois de um levantamento do número de alunos que já realizavam reciclagem foi-lhes colocado o desafio de reciclarem durante duas semanas, refletirem sobre a importância da reciclagem e da sua experiência ao longo destas semanas. A maioria dos alunos concluiu que reciclar não custa nada e é muito importante para a gestão dos recursos naturais do nosso planeta.


Hastear da Bandeira da Eco-Escola 2019/2020- um gesto simbólico cheio de significado

O dia 20 de fevereiro é o Dia da nossa Escola, por marcar o aniversário da morte do nosso patrono, Vitorino Nemésio.

Este ano letivo a Semana da Escola decorreu entre 22 e 26 de fevereiro, onde foram dinamizadas várias atividades.

O programa Eco Escola não poderia ficar indiferente e como tem sido habitual escolheu um dia desta semana para hastear a bandeira da Eco Escola relativa ao ano letivo 2019/2020 e substituir a anterior.

A simbólica cerimónia contou com a presença: de duas turmas de 7º ano e respetivos professores acompanhantes, das coordenadoras do programa este ano letivo e da Presidente da Comissão Executiva Provisória.

O hastear da bandeira é um gesto que traduz o facto da escola merecer ser considerada uma escola amiga do ambiente, que cumpre com requisitos rigorosos e que envolve várias instituições na dinamização do programa. Acaba por ser o prémio de todo um trabalho, que no decorrer no ano letivo anterior, se tornou mais difícil com o encerramento das escolas.












20210120

A NOSSA ESCOLA É A MAIS AMARELA.....


A ESVN inscreveu-se no Concurso Municipal "a tua escola é a mais amarela?" promovido pela Praia Ambiente em parceria com a Tetra Pak.

Contamos com todos .....


20201214

Este ano os Enfeites de Natal de um corredor da ESVN Estiveram Por Nossa Conta!

    Pois é! Este trabalho resultou do trabalho dos alunos de duas turmas do 7ºano (C e D) da Escola Secundária Vitorino Nemésio, que no âmbito do Domínio Educação Ambiental da Área Curricular de Cidadania e Desenvolvimento, que têm a docente em comum, abraçaram o projeto com o intuito de participar no passatempo: ESTE NATAL, OS ENFEITES ESTÃO POR TUA CONTA do programa EcoEscola.

    Também se contou com a colaboração dos docentes de Educação Tecnológica (Cláudio Cardoso e Sérgio Caldeira) e Físico-Química (Sandra Monteiro) na afixação dos enfeites de Natal. 

    Os alunos desenharam, em papel de rascunho, uma figura à qual associassem o Natal, tendo surgido imagens de: pinheiros, meias, trenós, árvores, presentes, renas, azevinho, bolas, bonecos de neve, sinos, Pais Natal, estrelas... 

    Depois de melhorarem os seus esboços, os desenhos serviram de molde para o desenho que foi transposto para as embalagens Tetrapak de 1L de sumo da Compal, que foram reunidas pelos alunos desde meados de novembro e que as trouxeram lavadas e secas, tendo sido abertas a quando da construção dos enfeites.

    De modo a permitir uma maior visibilidade aos desenhos os mesmos foram colados em CD ́s que posteriormente foram afixados com bostik num placard de cortiça, previamente forrado com papel de cenário, no corredor das salas de aulas das duas turmas. 

    Para a organização dos enfeites foi escolhido o formato de Árvore de Natal, onde foram colocados a maioria dos CD ́S, tendo os restantes sido afixados em volta da árvore. No total foram criados 42 enfeites de Natal. 

    Para além das embalagens Tetrapak de 1L de sumo da Compal e CD ́s, foram utilizados na ornamentação dos enfeites os seguintes materiais: cola de bisnaga, cartolina, fitas de tecido, botões, EVA...

    




No final teve-se o cuidado de depositar no Embalão as sobras das embalagens, e entregar as tampas para a campanha de recolha de tampas promovida por colaboradores da escola e colocado as sobras de papel no Papelão.

20201021

CONVITE: Conselho EcoEscolas

     Conselho Eco-Escolas: 

    Este conselho está aberto a todos os elementos da comunidade educativa que queiram colaborar - professores, alunos, funcionários, técnicos, encarregados de educação ....

    Contamos com todos!!

Contactos: 

Cláudia Marcão (claudia.cc.marcão@edu.azores.gov.pt) 

Sandra Monteiro (sandra.mas.monteiro@edu.azores.gov.pt)

Auditoria Ambiental 2020

     Este ano a auditoria ambiental ficou a cargo da turma C do 9º ano. Os alunos serão orientados pelos docentes de Cidadania - João Pedro Lopes e Mário Machado.

   




Divulgação - Desperdício zero

 Junta-te à iniciativa Desperdício Zero! Menos desperdício, mais Ambiente!




20191014

Auditoria Ambiental

A Auditoria Ambiental já está a ser realizada.

Este ano atribuímos esta tarefa, de enorme responsabilidade, à turma D do 9º Ano. Os alunos estão a realizar a auditoria nas aulas de Cidadania.


Inscrição Efetuada

A ESVN já se inscreveu no Programa Eco-Escolas 2019-2020.

Estamos inscritos nas temáticas:
  - Água
  - Resíduos
  - Energia
  - Comunidades sustentáveis


20191008

Lançamento do Ano Letivo

A ESVN continua empenhada no projeto EcoEscolas. Estamos a:

- ultimar os pormenores da inscrição;

- constituir o novo Conselho;

- fazer a auditoria ambiental (9ºD nas aulas de cidadania).




20190708

Candidatura ao Galardão Eco Escola

Em atraso, depois de pedida a devida autorização ao Programa EcoEscola, estamos a entregar a documentação necessária para a candidatura da ESVN ao Galardão Eco-Escolas 2018-2019, após a realização da 1º fase dos exames nacionais.

Para o próximo ano letivo, por razões logísticas, a coordenação do Programa EcoEscola passará do docente  Filipe Barata para a docente Claudia Marcão, mantendo-se a sua dinâmica no departamento de Ciências Físico Naturais da nossa escola.

20190619

Geração Depositrão

Decorreu no final do ano letivo, dia 19/06, a recolha dos resíduos depositados na nossa escola ao longo ano, contabilizando-se uma cerca de 5 m3 de eletrodomésticos / material informático obsoleto e três packs de pilhas.



20190605

Trilhos interpretativos no Parque Natural da Ilha Terceira

Ensino Secundário

Baías da Agualva - no dia 05 de junho
Professor dinamizador: João Santos
Turmas envolvidas: 11º E e 11º F (26 alunos)
Objetivos: Valorizar o património natural; equacionar o papel do turismo de natureza no desenvolvimento de áreas rurais.


Ensino Básico

Passagem das Bestas - no dia 11 de junho, pelas 09:30.
Foram de 30 alunos (duas turmas) com média de idades de 12 anos, acompanhados por 3 professores. Este trilho insere-se nos conteúdos da disciplina de Ciências Naturais, nomeadamente vulcanismo e paisagens naturais. Foi um dia de atividades inter-disciplinares por forma a promover a sensibilização ambiental e, mais uma vez, os conteúdos da disciplina acima referidos.

O muito obrigado ao Parque natural da Ilha Terceira, nomeadamente ao Eng. Helder Xavier.








20190526

Visita de interpretação ao Paul da Praia da Vitória / Valorização social do espaço





No dia 25 de Maio, sexta feira, realizou-se uma visita interpretava ao Paul da Praia da Vitória com a turma B do 9º ano de escolaridade. Em sala de aula iniciou-se a interpretação do espaço com uma consulta do site aves dos açores https://avesdosazores.wordpress.com/aves-dos-acores/ seguida de uma visita prática ao local, ida a pé até à zona húmida. 

20190515

Jardim da escola - Forest Garden

O espaço da horta pedagógica é muito mais do que uma simples horta, é um lar para uma avifauna cada vez mais crescente e agora também para as nossas amigas abelhas. O chegar à escola e o estar na escola pode ser cada vez mais agradável - procura e usa o espaço do Forest Garden.

20190506

Visita aos pauis da Praia da Vitória

Na zona húmida de importância internacional, os alunos tiveram contacto com material de observação de aves, nomeadamente telescópio, binóculos, guias de aves do Paleártico e do Neártico, material de camuflagem, material de limpeza e livro de registos. Observaram-se algumas espécies com destaque para o Galeirão Fulica atra, com crias, em situação de alimentação, e Maçarico de bico direito Limosa limosa  No final do período, voltou-se a pé às instalações da escola.






Olá,

este é o espaço virtual da EcoEscola, na Escola Secundária Vitorino Nemésio.

Aqui podes encontrar uma antevisão, fotografias e comentários das actividades previstas / desenvolvidas.

Esperamos que te tornes um visitante e participante assíduo.

A Escola conta contigo!